Via Campesina se manifesta pela saída de Temer

Nessa quinta-feira (9), a Via Campesina, que reúne diversos movimentos populares do campo, lançou um manifesto contra o governo do presidente interino Michel Temer. O documento elenca as ameaças aos […]

Nessa quinta-feira (9), a Via Campesina, que reúne diversos movimentos populares do campo, lançou um manifesto contra o governo do presidente interino Michel Temer. O documento elenca as ameaças aos direitos da classe trabalhadora, que os projetos de Temer pretendem concretizar.

 

Confira abaixo texto na íntegra:

 
TEMER AMEAÇA NOSSOS DIREITOS

1. DESPREZO PELOS PEQUENOS AGRICULTORES – MDA FOI EXTINTO: Fechou o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) que atendia os pequenos agricultores.

2. APOSENTADORIA RURAL: Aposentadoria vai passar para 65 anos, para mulheres e homens. A aposentadoria vai valer menos que o salário mínimo, é a volta ao passado.

3. PREÇO DA ENERGIA ELÉTRICA: Corte de subsídios para energia e liberação de tarifas – a luz vai ficar mais cara.

4. MORADIAS: Fim do projeto das casas – Minha Casa, Minha Vida. Vai tirar os subsídios do programa. Quem quiser casa vai ter que pagar.

5. FINANCIAMENTOS: Os Pequenos não vão mais poder acessar financiamento. E os poucos que puderem acessar os financiamentos, os juros serão muito mais caros.

6. SAÚDE: Redução dos gastos com Saúde. Querem terminar com o atendimento gratuito da Saúde. Fechar as Farmácias Populares e o SAMU. Querem acabar com o SUS e terminar com o Programa “MAIS MÉDICOS”.

7. EDUCAÇÃO: Redução dos gastos com a Educação. Terminar com o PROUNI, FIES e com filhos/as de pobres nas Universidades.

8. BOLSA FAMÍLIA: Irão diminuir os contemplados com programa Bolsa Família.

9. PASSAGENS DE ÔNIBUS: Ficarão mais caras, pois vão liberar as tarifas e encher as estradas de pedágios.

10. ENTREGA DO PRÉ-SAL: Entregarão o Pré-Sal para os estrangeiros. Irão privatizar a Petrobrás. E com Pré-Sal privatizado não irão destinar dinheiro nem para Saúde muito menos para Educação.

11. MULHERES: o conjunto dos Ministérios do governo ilegítimo de Michel Temer não tem uma mulher sequer no primeiro escalão do governo, deixando em evidência sua face machista, misógina e sexista.

VENDILHÕES DO PATRIMÔNIO PÚBLICO

Ministros do Temer falam em vender o que for possível. Os vendilhões querem vender os bens do povo brasileiro como a Petrobrás, Caixa Econômica Federal, Eletrobrás, Banco do Brasil, Correios, Estradas, etc.

Por isto, a VIA CAMPESINA defende o “FORA TEMER”.

Além do mais, o governo ilegítimo tem sete ministros envolvidos na Lava-Jato. O líder da Câmara dos Deputados é aliado de Eduardo Cunha que é o maior corrupto do Brasil, que tem contas na Suíça e manda e desmanda no Governo Temer.

FORA TEMER
NENHUM DIREITO A MENOS

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho