Atingidos produzem alimentos saudáveis no Vale do Ribeira

Começa a mostrar resultados o projeto de implantação da tecnologia de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) que está sendo construído em diversas comunidades na região do Vale do Ribeira, […]

Começa a mostrar resultados o projeto de implantação da tecnologia de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) que está sendo construído em diversas comunidades na região do Vale do Ribeira, no estado de São Paulo, pelo Movimento dos atingidos por barragens (MAB).

O processo de construção se iniciou há alguns meses, passando por processos de escolha das famílias, mapeamento da área, cursos de formação e mutirões para implementação. Até o final desse ano serão construídos 50 hortas que consiste no consórcio entre produção de hortaliças, frutas, ovos e frango sem o uso de venenos e com irrigação por gotejamento, tecnologia esta que economiza grande quantidade de água.

Segundo Ubiratã de Souza Dias, as famílias beneficiadas estão bastante empolgadas com essa nova tecnologia e muitas delas já estão produzindo em escala tanto para uso doméstico como para a venda em feiras e comunidades vizinhas.

“Futuramente todas as hortas estarão produzindo o suficiente para abastecermos as feiras da região e a expectativa é de inserção nos programas do governo federal para merenda escolar, ou outros programas”, afirmou Ubiratã.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho

| Publicado 31/10/2013

Iberdrola: ¡culpable!