Água e energia com soberania, distribuição da riqueza e controle popular!

Durante a jornada do dia 5 de setembro foi realizada uma Marcha Unitária pela Soberania nacional dos recursos naturais e contra a privatização da água e da energia em São […]

Durante a jornada do dia 5 de setembro foi realizada uma Marcha Unitária pela Soberania nacional dos recursos naturais e contra a privatização da água e da energia em São Paulo, no marco do Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). O MAB, a Federação Única dos Petroleiros (FUP), a Via Campesina, o Levante Popular da Juventude, entre outras organizações, pediam o cancelamento dos leilões do petróleo, marcado para o mês de outubro, a não privatização das hidrelétricas e a instituição de uma política nacional de direitos às populações atingidas pelas barragens.

O vídeo foi realizado pela Convergência de comunicação dos movimentos sociais.

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho