MAB parabeniza Paulo Vanucchi por eleição a cargo na Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) parabeniza o ex-ministro Paulo Vannuchi, eleito para uma das vagas da Comissão Interamericana de Direitos Humanos Organização dos Estados Americanos (OEA), cujo papel […]

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) parabeniza o ex-ministro Paulo Vannuchi, eleito para uma das vagas da Comissão Interamericana de Direitos Humanos Organização dos Estados Americanos (OEA), cujo papel é avaliar reclamações de violação aos direitos humanos eventualmente praticados em algum dos países membros.

Paulo Vannuchi, que tem sua trajetória de vida pautada na defesa dos direitos humanos, desempenhou um importante papel quando exerceu o cargo de Ministro da Secretaria de Direitos Humanos, entre os anos de 2005 e 2010. Em sua gestão, durante quatro anos, o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), através da “Comissão Atingidos por Barragens”, realizou visitas em sete barragens no Brasil, apurando as denúncias de violações de direitos humanos no processo de implantação e operação dessas obras.

A Comissão identificou, nos casos analisados, um conjunto de 16 direitos humanos sistematicamente violados e segundo o próprio relatório, “os estudos de caso permitiram concluir que o padrão vigente de implantação de barragens tem propiciado de maneiras recorrentes graves violações de direitos humanos, cujas conseqüências acabam por acentuar as já graves desigualdades sociais, traduzindo-se em situações de miséria e desestruturação social, familiar e individual”.

À época, também como presidente do CDDPH, Paulo Vannuchi parabenizou a Comissão e considerou seu trabalho “árduo e histórico”. Para o MAB, esta posição do então Ministro fortalece a luta histórica que o MAB tem feito em defesa dos direitos humanos e seus defensores. Seu exemplo de vida, cuja militância iniciou nos anos 70, é reconhecida pelo Movimento e neste momento, a eleição ao cargo na Comissão Interamericana de Direitos Humanos também é um reconhecimento internacional de seu trabalho.

O Movimento dos Atingidos por Barragens deseja a Vannuchi muito êxito nesta nova missão, e com certeza conduzirá o cargo com a clareza sobre a importância da garantia dos direitos dos atingidos por barragens e de todos os casos de violação contra a pessoa humana.

São Paulo, 7 de junho de 2013

Coordenação Nacional

Movimento dos Atingidos por Barragens

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho