Famílias beneficiadas pelo PAIS se encontram no Oeste da Bahia

No dia 13 março atingidos por barragens do oeste da Bahia realizaram encontro com as famílias beneficiadas pelo programa de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS). A região será beneficiada […]

No dia 13 março atingidos por barragens do oeste da Bahia realizaram encontro com as famílias beneficiadas pelo programa de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS). A região será beneficiada com 25 hortas, que visa à produção de alimentos saudáveis.

No encontro foi discutida a importância da produção de alimentos saudáveis para as famílias como forma de melhorar a qualidade de vida da população e contrapor o atual sistema do agronegócio no campo. “Essa é a primeira experiência com projetos dessa natureza na região, e servirá como exemplo para que mais projetos sejam desenvolvidos; as famílias estão animadas e com muita expectativa”, comemorou Andréia Neiva, coordenadora do MAB na região.

O objetivo do PAIS é servir como exemplo de combate às práticas produtivas que agridem o meio ambiente e a vida das pessoas com grandes cargas de agrotóxicos na alimentação da população.  

A capacitação de agricultores e a multiplicação das unidades PAIS é uma conquista da luta dos atingidos por barragens que resultou na parceria entre o MAB, a Fundação Banco do Brasil (FBB) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES).

As famílias participantes se integraram ao I Seminário dos Atingidos pelos Grandes Projetos na Região Oeste da Bahia, na cidade de Santa Maria da Vitória, Bahia, no 14 de março, Dia internacional de lutas contra as barragens, pelos rios, pela água e pela vida.

 

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho