MAB e FEA inauguram projeto de produção agroecológica em Barracão (RS)

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizará no próximo sábado (7) um ato público de inauguração do PAIS (Produção Agroecológica Integrada e Sustentada), no reassentamento rural coletivo Primeira Conquista, […]

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizará no próximo sábado (7) um ato público de inauguração do PAIS (Produção Agroecológica Integrada e Sustentada), no reassentamento rural coletivo Primeira Conquista, em Barracão (RS).

O projeto é desenvolvido em parceria com a Fundação de Educação para o Associativismo (FEA), entidade conveniada com a Fundação Banco do Brasil (FBB), e prevê a implementação de 100 PAIS em áreas de famílias camponesas atingidas pelas barragens da bacia do rio Uruguai, nos municípios de Aratiba, Mariano Morro, Barracão, Esmeralda e Capão Alto.

Segundo Marco Antonio Trierveiler, engenheiro agrônomo do MAB, o objetivo é produzir energia e alimentos saudáveis em equilíbrio com a natureza. “A atual política energética de produção de alimentos, baseada no agronegócio, é nociva ao povo brasileiro, pois concentra a riqueza nas mãos de poucos e envenena a terra, a água e os alimentos. Por isso, projetos como o PAIS possuem potencial de elevar a soberania alimentar de famílias camponesas, garantindo a renda e fortalecendo a fixação das famílias agricultoras no campo”, afirma Trierveiler.

O projeto PAIS oferece a base produtiva necessária para produção e diversificação de alimentos saudáveis, apropriada à lista de produtos comercializados pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), nos devidos programas sociais, estimulando a redução do uso de agrotóxico. O Brasil, em recente pesquisa, é apontado como o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, equivalente a 5,5 litros por habitante.

A atividade de sábado ocorrerá às 10h na propriedade de Albino Belentir, agricultor atingido pela barragem de Machadinho e reassentado na comunidade.

 

 

Conteúdos relacionados
| Publicado 03/07/2020 por Movimento dos Atingidos por Barragens

Trabalhadores conquistam continuidade na isenção da Tarifa Social de Energia

Governo Federal anuncia a prorrogação da Medida Provisória 950/20 por mais 60 dias

| Publicado 11/06/2020

Atingidos distribuem mais de 500 cestas básicas no Amapá



O MAB no Amapá vem organizando as comunidades atingidas e lutando por reconhecimento de direitos e compensações, pelas mortes de peixes consequências dos empreendimentos hidrelétricos no rio Araguari, no município de Ferreira Gomes

| Publicado 11/06/2020

Lutar não é crime: atingidos e atingidas em defesa dos direitos humanos!

Decisão obtida pela Vale determina proibição de manifestações nas vias de acesso à Brumadinho